Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Segurança

Um empresário itabunense foi morto a tiros na manhã desta segunda-feira (4) no município de Una. Trata-se de Crispim Gomes de Brito, conhecido como “Nôca”, dono da Pousada Real em Comandatuba e de uma cabana na praia de Itapororoca.

De acordo com informações, a vítima foi morta a tiros por um ex-funcionário. O motivo do crime até o momento é desconhecido e a Polícia Civil de Ilhéus está investigando o caso.

  • Criado em .

Bandidos explodiram o cofre de uma agência do Banco do Brasil, em Camamu, baixo sul da Bahia, na madrugada de segunda-feira (4). Este é o segundo caso de ataque a banco na cidade em dois dias (veja abaixo).

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 4 horas, homens em um veículo renderam o vigilante da agência e explodiram o cofre da unidade. Após a explosão, eles levaram o vigilante até Acaraí, localidade que fica cerca de 7 quilômetros de Camamu, e de lá fugiram.

A PM informou por meio de nota que intensificou o policiamento na região de Camamu com equipes da 33ª CIPM, da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe)/Cacaueira, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e de uma aeronave do Grupamento Aéreo (Graer) da Corporação.

Ainda segundo a polícia, diligências são realizadas na região para localizar os autores do crime.

 

Primeiro ataque

Na madrugada do último sábado (2), uma quadrilha formada por cerca de 20 homens fortemente armados incendiou veículos, fechou um dos trechos da BA-001, bloqueou saídas de unidades policiais e explodiu caixas eletrônicos de duas agências bancárias no município de Camamu. A ação provocou terror na região.

De acordo com o delegado José Raimundo Nery Pinto, titular da 5ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), o grupo criminoso chegou à cidade por volta das 2h30.

Para tentar impedir a chegada de policiais de municípios vizinhos, o delegado detalha que os bandidos atearam fogo em dois veículos na ponte que fica entre Camamu e Ituberá, na BA-001.

Já dentro do município, alguns integrantes da quadrilha se posicionaram em frente à delegacia e à unidade da PM, onde ficaram atirando para o alto com o objetivo de intimidar as autoridades policiaIs. Não houve feridos.

Outra parte do grupo invadiu as agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, que são vizinhas, e explodiu caixas eletrônicos com dinamites. Após os ataques, os criminosos fugiram em direção ao município de Itacaré.

Não há informações sobre a quantia roubada pelos bandidos, que ainda não foram identificados.

Informações G1BA

  • Criado em .

Conhecimento e capacitação profissional são os focos do Curso de Especialização em Gestão Estratégica de Segurança Pública (Cegesp), encerrado com uma formatura, na manhã desta quarta-feira (29), no auditório de Centro de Operações e Inteligência.

Pré-requisito para que 25 oficiais da Polícia Miliar e quatro do Corpo Bombeiros alcancem o posto de coronel, o Cegesp contou ainda com a presença de alunos de outras instituições: dois da PM de Sergipe, dois da do Maranhão e um promotor do Ministério Público da Bahia.

Durante a solenidade foi lançada a revista “Altos Estudos em Gestão Estratégica de Pessoas na Segurança Pública e Defesa Social”, com artigos científicos escritos pelos alunos da turma de 2017.

Presidida pelo secretário da Segurança Pública em exercício, Ary Pereira Oliveira, também participaram da cerimônia de formatura os comandantes-gerais da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, e do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Francisco Telles, dentre outras autoridades militares e civis. “A presença de outras instituições, como o MP e as PMs de Sergipe e do Maranhão, neste curso revelou o grau de excelência alcançado pela Polícia Militar da Bahia”, avaliou o subsecretário.

Ainda de acordo com Pereira, os integrantes da turma de 2017, fizeram uma visita técnica a Bogotá, na Colômbia, como última etapa do curso, para conhecerem a experiência exitosa de policiamento comunitário naquele país. “Foi um intercâmbio positivo com a Polícia Nacional da Colômbia”, lembrou o subsecretário.

 

Medalha

Para o comandante-geral da PM, Coronel Anselmo Brandão, capacitação é o maior legado que se pode deixar na instituição. “Esse é o melhor investimento que podemos fazer, nas pessoas, que vão levar o conhecimento para sempre, e, após nove meses de curso, vão retornar às suas unidades para projetar uma corporação de excelência”, disse Brandão.

Por conta de ter ficado em primeiro lugar na turma de 2017, o tenente-coronel Marcos Antônio Oliveira, superintendente de Gestão Tecnológica e Organizacional (SGTO), da SSP, recebeu a medalha Dionísio Evangelista Cerqueira, criada para estimular a aplicação nos estudos. “É com muita honra e alegria que recebo essa medalha, e dedico a toda a minha família”, disse Oliveira.

  • Criado em .

Trinta policiais militares femininas de diversas unidades da capital e da Região Metropolitana de Salvador (RMS) participaram, na manhã desta quarta-feira (28), no Ginásio de Esportes da Vila Policial Militar do Bonfim, da aula de defesa pessoal Krav Magá. A iniciativa tem como objetivo ensinar às mulheres da corporação a se defenderem de uma agressão e a protegerem um cidadão agredido, sem a utilização de armas letais.

A cabo Jordana Figueiredo, da 22ª Companhia Independente da Polícia Militar, em Simões Filho, disse que sempre teve a curiosidade de aprender o Krav Magá. “Agora, chegou o momento, estou muito entusiasmada. É sempre bom aprender novas práticas que podem ajudar a salvar vidas, inclusive as nossas”, comentou.

Durante a instrução, ministrada pelo professor Carlos Primo e equipe, policiais, devidamente fardadas e com o auxílio de equipamentos, desempenharam técnicas de imobilização e condução em diferentes situações de violência do dia-a-dia. ”Nosso propósito é mostrar que o Krav Magá consiste na defesa pessoal por meio de respostas simples e rápidas utilizadas nas situações de risco, em qualquer tipo de agressão, independentemente do físico, idade ou sexo,” ressaltou Primo.

O treinamento foi promovido pelo Comando da Polícia Militar, através do Departamento de Promoção Social (DPS), com a coordenação do Centro Maria Felipa. De acordo com o Comando da PM, novas oficinas temáticas de defesa pessoal estão previstas para o próximo ano e a expectativa é que haja adesão para que o curso seja efetivado na grade de cursos de defesa pessoal da instituição.

A soldado Thaíse Barbosa, da 35ª CIPM, aprovou a atividade. “Muito interessante. Além de reativar os conhecimentos, essa arte é de fundamental importância para nossa atividade policial”, declarou.

  • Criado em .

Dois dos alvos cumpriam sentença no Conjunto Penal da cidade e continuavam a dar ordens para os comparsas que estavam fora das celas.

 

Oito homens  integrantes de uma organização criminosa responsável por tráfico de drogas, homicídios e roubos na região de Itabuna foram capturados, na quarta-feira (29). Dois dos alvos cumpriam sentença no Conjunto Penal da cidade e continuavam a dar ordens para os comparsas que estavam fora das celas.

O líder da quadrilha, Adomair Carvalho do Valle, mais conhecido como ‘Bita’, mesmo sentenciado, dava ordens, coordenando as ações. Outro que estava no Conjunto Penal e também teve mais um mandado cumprido foi Orleans Silva da Luz, o ‘Vida Louca’. Ele era espécie de braço direito de Bita.

Completam a lista de detidos Renan Caldas Igreja, Girlane Santos, Lílian Santos Dias, Luandson Silva de Jesus, Alaelson Júnior Costa Lima e Paulo Roberto Rocha Santos.

Durante os cumprimentos de 17 mandados de busca e apreensão em casas utilizadas pela quadrilha e nas celas de Bita e Vida Louca foram apreendidos 30 tabletes de maconha, munições dos calibres 40 e 380 e celulares.

Participaram da operação equipes da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna), da Polícia Militar e da Secretaria de Administração Prisional e Ressocialização (Seap).

“Foram aproximadamente 60 policiais trabalhando de forma unida contra o crime organizado. Além de mais um indiciamento, transferimos Bita para Serrinha, onde temos uma unidade de segurança máxima”, contou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Flávio Góis.

O delegado acrescentou que outros integrantes do bando estão sendo investigados.

 

Legenda: Nas celas de Bita e Vida Louca foram apreendidos 30 tabletes de maconha, munições dos calibres 40 e 380 e celulares

  • Criado em .

Bahia x Chapecoense, neste domingo (26), e Vitória x Flamengo, no próximo final de semana, são os jogos que encerram os trabalhos do Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe), no Campeonato Brasileiro de 2017. As duas partidas, por serem decisivas, contarão com reforços das ações dentro e no entorno dos estádios Arena Fonte Nova e Manoel Barradas.

Até agora já foram 3.240 minutos de futebol e nenhum problema grave dentro das praças esportivas. O trabalho das equipes do Bepe começa cerca de três horas antes do jogo, com vistoria nas entradas e saídas dos estádios, preeleção com a tropa e início das revistas pessoais dos torcedores. As ações só terminam depois da saída da torcida visitante.

As organizadas dos times locais e visitantes são acompanhadas por militares e direcionadas aos seus respectivos locais. “Ficamos com guarnições monitorando todas as movimentações. Infelizmente alguns desses grupos mantêm rivalidades através das redes sociais e precisam de atenção máxima”, explicou o comandante do Bepe, tenente-coronel Saulo Roberto da Costa Santos. O oficial destacou o trabalho dos postos da Polícia Civil e apoio das unidades locais com o patrulhamento ostensivo no entorno das praças.

 

Atribuições

Na beira do gramado, espalhados ao redor do campo, os PMs ficam com a missão de proteger os árbitros, conter possíveis distúrbios civis e impedir que torcedores exaltados busquem invadir o campo. “É um trabalho gratificante. Bom perceber nos olhares dos pais e filhos que podem curtir o seu time jogando com total segurança”, destacou o capitão Euder Nascimento, comandante da 1 Companhia do Bepe.

Em uma espécie de banco de reservas, ao lado dos utilizados pelos times, uma guarnição fica com a incumbência de proteger o árbitro e auxiliares. No início, intervalo e término eles cercam os profissionais do apito, alvos constantes de jogadores e torcedores insatisfeitos.

Quatro pinças (militares responsáveis pela captura de invasores de campo), com casacos da PM, são os ‘Usain Bolt’ do Bepe. Por que? Cabem a eles, correrem e muito atrás dos exaltados. “Tivemos casos recentes que a agilidade deles fez os atos passarem desapercebidos”, contou Euder sobre tentativas frustradas.

O comandante do Policiamento Especializado (CPE) da PM, coronel Humberto Sturaro, destacou o empenho da tropa. “Se a Bahia é referência no policiamento em grandes eventos devemos muito a essa equipe altamente qualificada”, concluiu.

  • Criado em .

O corpo de um homem de 41 anos foi encontrado no fim da manhã de sexta-feira (24), no acampamento Monte das Oliveiras, no bairro Alto do Mundaí, na Orla Norte de Porto Seguro.

Segundo informações da Polícia Civil, Nelson Bastos de Souza foi atingido por vários tiros. A polícia informou que não há informações sobre os autores dos disparos e nem sobre a motivação do crime.

O corpo de Nelson foi encaminhado ao Instituto Médido Legtal de Porto Seguro. Segundo as informações, a vítima era natural do município de Brejões e morava há menos de um ano no local.

  • Criado em .

Um homem identificado como Uillians Silveira Santos, de 29 anos, mais conhecido como Lampião, foi preso na noite do último sábado (25), no bairro Santa Lúcia, na cidade de Eunápolis. Uillians é foragido do Conjunto Penal de Itabuna, acusado de homicídios e envolvimento em assaltos.

No momento da prisão o acusado apresentou nome falso aos policiais. Ele foi conduzido e apresentado na delegacia de Eunápolis e vai aguardar o recambiamento para o presídio de Itabuna ainda nesta semana.

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: