Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Política

Decisão judicial deve provocar dança das cadeiras na prefeitura de Itabuna

As vagas de Sandra Neilma e Dinaílson Gomes seriam ocupadas por Jorge Vasconcelos e Maria Alice, respectivamente, mas Fernando pode ousar na reforma

 

Ao acatar uma decisão judicial, que determinou a exoneração dos secretários de Administração, Dinaílson Gomes, e da Assistência Social, Sandra Neilma – respectivamente sobrinho e esposa do prefeito Fernando Gomes – o chefe do Executivo pode ter aberto, sem querer, uma grande janela de oportunidades para sua gestão. Logo de cara, duas cadeiras ficaram vagas. Se não eram o desastre da gestão, também não eram a cara de uma grande administração – ou seja, as famosas “nem fedem nem cheiram”. Mas, outras podem ser requisitadas. A da Educação, por exemplo.

 

A professora Anorina Smith, atual secretária da Educação, não conseguiu imprimir uma marca de renovação na pasta, o que tem levado à insatisfação do professorado, assim como de toda a comunidade escolar. Claro, o núcleo político não deixaria passar em brancas nuvens. O nome mais cotado, até a quinta-feira (8), para assumir o lugar da ex-sindicalista era, ninguém menos, que o petista Adeum Hilário Sauer, ex-secretário municipal e estadual de Educação em gestões do Partido dos Trabalhadores em Itabuna (Geraldo Simões) e na Bahia (Jaques Wagner).

 


Fernando Gomes: uma janela de oportunidades na reforma do secretariado.

 

As vagas de Sandra Neilma e Dinaílson Gomes seriam ocupadas por Jorge Vasconcelos e Maria Alice, respectivamente. Mas, um município como Itabuna o prefeito não deve se contentar em apenas remanejar peças, avaliam analistas. Por isso, acreditam alguns opinadores, que o prefeito vá fazer um movimento político ainda maior do que a nomeação de um ex-presidente do PT (Adeum Sauer) em seu governo, isolando ainda mais o petista Geraldo Simões.

 

O “pulo do gato” seria dar um golpe mais amplo, por exemplo, anulando uma peça desejada pelo carlismo no município. Assim, há quem especule, por exemplo, que o ex-prefeito Capitão Azevedo deva pintar em uma dessas vagas, possivelmente a da Administração, nos próximos dias. Esse movimento afetaria as pretensões do prefeito de Salvador, ACM Neto no município. Na mesma linha, a cantada ida do coronel PM Gilberto Santana para a SESTRAN seria mais uma tacada no pré-candidato ao governo do Estado pelo DEM.

 

Como se vê, a eleição de 2018 em Itabuna – e a de 2020 – passa, em grande parte, por essa reforma no secretariado promovida, meio que sem querer, no Centro Administrativo Firmino Alves. Aguardemos

 

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: