E o Moro, hein?

O juiz Sérgio Moro goza de imenso prestígio entre grande parte do país. Disso não se duvida. E, também não se duvida, é esse apoio o que o salva, por enquanto, do ódio instantâneo tão comum nesses tempos de redes sociais. Claramente, o magistrado deixou para a segunda instância uma obra que a parte do país que torce contra o réu queria que ele próprio – o Moro – obrasse: a efetiva prisão de Lula. A estratégia do juiz parece ter sido: “se a minha sentença for confirmada na segunda instância, continuo bem. Se for modificada, ainda estarei bem. E se, por fim, for rejeitada, ainda assim terei o argumento de que condenei o Lula e fiz a minha parte”.

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: