Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Notícias

Terra treme em Itororó e assusta moradores

Moradores do distrito de Rio do Meio, no município de Itororó, sul da Bahia, relataram ter percebido, ao menos, três tremores de terra no final da manhã de domingo (4). Ninguém ficou ferido e não houve registro de danos estruturais.

 


Moradores de Rio do Meio, em Itororó, ficaram assustados com os tremores

 

De acordo com a dona de casa Selma Lima, a trepidação começou forte, e foi diminuindo a intensidade. Ela conta que saiu correndo de dentro do imóvel por medo que desabasse. “Estremeceu tudo, pensei da casa cair. O primeiro foi forte, o segundo médio e o terceiro foi bem fraquinho. Isso era umas 10h30 para 11h”, descreveu Selma.

O trabalhador rural Domingos Santos conta que fazia a barba no momento do incidente, e revela que se assustou com o barulho provocado pelos tremores. “Pensei que fosse o prédio ao lado da igreja que tinha caído. Aí eu saí na rua e o povo estava olhando e disseram que foi um tremor”, contou.

O geólogo Carlos Uchôa confirmou que, na região onde as trepidações foram registradas, existem ocorrências de tremores de baixa magnitude, provocados por movimentos da placas tectônicas. Segundo ele, o risco da terra voltar a tremer no mesmo local é muito pequeno.

O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), no entanto, não registrou nenhuma ocorrência no local. Apesar disso, a instituição informou que vai continuar à procura do caso. Esta é a segunda vez que abalos sísmicos atingem a região centro do estado.

Em 2015, um tremor de magnitude de 3,16, que teve origem na cidade de Iguaí, também foi sentido No município de Itororó.

 

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: