Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Notícias

A chegada de um novo integrante na família sempre é um momento de alegria e contentamento, porém, certos cuidados precisam ser levados em conta quando se fala em cuidar de bebês. Para os marinheiros de primeira viagem, conhecimento e atenção são indispensáveis. De acordo com especialistas, em bebês menores de um ano, o mais comum é engasgar com líquidos, principalmente o leite materno.

Segundo o major Ramon Diego Diniz, comandante do 3º Grupamento de Bombeiros Militar, e que costuma realizar palestras e demonstrações em escolas, um dos primeiros cuidados com a criança é não colocar para dormir logo após o aleitamento. “Mesmo que ele já tenha arrotado, é prudente esperar uns 15 minutos antes de colocá-lo no berço”, explica.

Ainda de acordo com o major, para verificar se ocorreu um engasgo, o responsável precisa observar se a criança está roxeada e também se há alguma obstrução de vias aéreas. Caso exista alguma coisa impedindo a passagem do ar, a mãe ou pai pode, então, com a própria boca, soprar o nariz da criança para fazer a desobstrução.

 

Procedimento

Se mesmo assim o problema persistir, continua Ramon Diego, é preciso iniciar um procedimento de manter o bebê voltado para baixo, com a cabeça ligeiramente mais baixa que o tórax, apoiado em seu antebraço. “Sustente a cabeça e a mandíbula do bebê com a mão e dê cinco tapas leves nas costas”, orienta.

E continua:“Após essa ação vire a criança e a apoie no antebraço, no centro do peito, na altura dos mamilos, faça cinco compressões no tórax, com os dedos médio e anelar. Repita a operação de cinco tapas nas costas e cinco compressões torácicas até o bebê desengasgar.

Se mesmo com o procedimento a criança continuar engasgada, o responsável deve ligar para o SAMU (192) ou Corpo de Bombeiros (193) para receber maisorientações técnicas enquanto as equipes se deslocam.

  • Criado em .

O trabalho sobre Vigilância em Saúde do Trabalhador desenvolvido por técnicos do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Itabuna, ganhou destaque no VI Encontro Macrorregional Nordeste em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora realizado entre os dias 28 e 30 de novembro, em Recife.

O trabalho, apresentado pelos técnicos Wagner Lopes e Nayara Alves, do Cerest, consiste na identificação dos acidentes de trajeto ocorridos em Itabuna,executado com sucesso no município. Wagner destacou a importância do encontro que tem como objetivo promover discussões que contribuam para o avanço e a consolidação da Política de Saúde do Trabalhador.

“Mas o objetivo vai muito além”, diz Wagner Lopes, ao informar que um dos pontos principais do evento é a troca de experiências entre gestores, trabalhadores e controle social em saúde do trabalhador. Durante três dias, foram realizadas palestras, mesas-redondas e grupos de trabalho quando foram sugeridas ações para avançar na prevenção e promoção da saúde, tendo o trabalho como determinante do processo de saúde e adoecimento.

O Encontro Macrorregional é realizado duas vezes por ano e neste reuniu integrantes da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador do Nordeste entre coordenadores e gerências estaduais de saúde e dos Cerest estaduais e regionais, além de representantes de movimentos sindicais, conselheiros de saúde e Comissões Intersetoriais em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora dos noves estados nordestinos.

“Foi um momento muito importante, pela oportunidade da discussão sobre a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora no Nordeste e pelo compartilhamento das experiências exitosas para a efetivação da política na região, de modo a alinhar as ações prioritárias desenvolvidas e estabelecer estratégias para a busca de solução para os problemas que envolvem o trabalhador”, destacou a técnica do Cerest de Itabuna Nayara Alves.

Entre os principais palestras foram destaques: “Cenário Nacional da Vigilância em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora”, “Trajetória, Desafios e Perspectivas” e “As mudanças no mundo do trabalho e suas repercussões na Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador e na atenção a saúde de trabalhadores e trabalhadoras”, esta última proferida pela titular da Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador da Bahia, Letícia Nobre.

  • Criado em .

Pouco mais de 1.500 pessoas participaram, na sexta-feira (1º) da Caminhada do Dezembro Vermelho, promovida pela Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Saúde. A caminhada abre oficialmente a programação de atividades a serem desenvolvidas ao longo do mês com o intuito de prevenir e rastrear possíveis incidências de infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), HIV-Aids e hepatites virais. A quantidade de participantes, estimada, foi divulgada ao final do evento pelos organizadores.

Para a secretária municipal de Saúde, Lísias São Mateus a caminhada cumpriu com o seu objetivo de chamar a atenção das pessoas. “Tivemos uma semana especial, porque, apesar da campanha estar sendo iniciada oficialmente nesta sexta-feira, conseguimos adentrar espaços na mídia, nos sites, nos blogs, nos jornais e nas emissoras de rádio e TV, para levarmos informações importantes sobre prevenção de HIV-Aids e IST’s”, disse a secretária, apontando o apoio irrefutável dos clubes de serviços, organizações não governamentais (ONG’s), associações, organizações da sociedade civil, entre as as quais o Conselho Municipal de Saúde.

O coordenador do Centro de Referência, Prevenção, Assistência e Tratamento (Cerpat), Lucas Santana Santos disse que a caminhada chama a atenção para questões importantes como o uso de preservativos em todos os tipos de práticas sexuais e, principalmente, para o aumento crescente de casos de aids. “Para vocês terem uma ideia, em todo o mundo, a cada 17 segundos, uma pessoa é infectada pelo vírus HIV. Isso é uma epidemia, e precisamos cuidar das pessoas. Hoje, é importante dizer que não existem mais pessoas em grupos de risco. Quaisquer indivíduos que mantêm relações sexuais de quaisquer gêneros podem ser acometidos por alguma IST”, disse o coordenador.

Nos próximos dias e até o final do mês, a campanha será estendida para praças, empresas, para as unidades básicas e de saúde da família e escolas. Todo o trabalho realizado concentrará ações de prevenção (conversas, bate-papos, seminários, acolhimento, aconselhamento, distribuição de preservativos masculinos e femininos e de gel lubrificante), além das ações de rastreamento (testagens rápidas, diagnóstico, encaminhamentos para tratamentos, quando estes foram relatados como necessários). Todos os trabalhos envolvem o Cerpat, que é o principal equipamento de saúde no município na missão de atender as pessoas nos cuidados relacionados às questões de comportamentos sexuais.

O Cerpat está localizado na Avenida Amélia Amado, Centro (próximo à academia Health Club e à sede da Ação Fraternal de Itabuna – AFI). “O atendimento acontece por demanda expontânea, ou s seja, quaisquer pessoas podem ser atendidas diretamente no Centro sem precisar passar pela sua unidade de referência ou pela Central de Regulação. Basta ir lá, que estaremos sempre de portas abertas”, ratificou Lucas Santana, lembrando que, para o atendimento, é importante que os clientes estejam portando a cédula de identidade, o cartão do SUS e um comprovante de residência. O CERPAT atende à população de Itabuna e de mais 22 municípios pactuados.

 

  • Criado em .

O Centro Regional de Referência para formação permanente em prevenção e intervenção ao uso de Crack e Outras Drogas (CRR/ UESC) reabre inscrições para cursos de atualização e/ou aperfeiçoamento de profissionais que atuam nas redes de atenção integral à Saúde (SUS) e Assistência Social (SUAS) e de outros setores.

Os cursos são financiados pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) e conta com a contrapartida dos municípios, com liberação de carga horária e apoio para deslocamento e alimentação dos profissionais. Inscrições e mais informações poderão ser obtidas através do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. Os cursos acontecem no Campus da Uesc, das 8h às 14h, durante o mês de dezembro.

 

Cursos

 

1 – Atualização em Intervenção Breve e Aconselhamento Motivacional em Crack e Outras Drogas

Carga Horária: 60 horas (40 horas teóricas e 20 horas práticas)

Público-alvo: Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Agentes Sociais, líderes comunitários (Associações e de comunidades terapêuticas), trabalhadores de entidades que atuam no apoio aos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, profissionais que atuam com população de rua e com famílias em situação de vulnerabilidade social, e profissionais redutores de danos.

 

2 – Aperfeiçoamento em Crack e Outras Drogas

Carga Horária: 60 horas (40 horas teóricas e 20 horas práticas)

Público-alvo: Profissionais da Saúde que atuam na Estratégia de Saúde da Família (ESF), no Núcleo de Assistência à Saúde da Família (Nasf), em Centros de Atenção Psicossociais e demais serviços de referência em saúde mental.

  • Criado em .

O Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães receberá a certificação de hospital-escola pelo Ministério da Saúde. A informação é da presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), Marcia Rodrigues, que estará em Brasília na próxima terça-feira (5), para a assinatura do protocolo, durante encontro com o ministro da Saúde, Ricardo Barros e com o secretário de Trabalho e Ensino da Saúde, Roger Abdala.

 

Marcia disse que, a partir da assinatura do protocolo, o hospital terá acréscimo de mais recursos para investir em pesquisa, na melhor oferta de serviços e também no atendimento aos pacientes de Itabuna e dos 168 municípios pactuados. O hospital já recebe estagiários da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Unime e Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC), mas segundo ela, não existe nenhuma contrapartida do Governo Federal.

“Com assinatura desse protocolo, Itabuna se fortalece como um polo regional universitário, que é um projeto do prefeito Fernando Gomes e que irá se consolidar após aprovação pela Câmara de Vereadores do município”, justificou a diretora da FASI.

Ela disse ainda que ao receber a certificação de hospital escola, o HBLEM se transformará em um importante centro de formação de recursos humanos e de desenvolvimento de tecnologia para a saúde pública em Itabuna. Lembra também que uma unidade do porte do Hospital de Base cumpre um papel fundamental na consolidação do SUS, no que se refere a média e alta complexidade.

Para concluir, a presidente da FASI reforça os avanços naquela unidade hospitalar e afirma que a saúde pública em Itabuna hoje vive uma nova realidade. “Temos incentivo e liberdade de ação aliados à sensibilidade do prefeito Fernando Gomes que tem um olhar especial quando se trata da saúde da população”.

 

  • Criado em .

O DayHORC – Hospital de Olhos Ruy Cunha com uma equipe de 15 colaboradores, entre eles cinco oftalmologistas atuando  nos serviços de  tonometria, fundoscopia, orientações oftalmológicas e encaminhamento para casos suspeitos de Glaucoma, contribuiu positivamente nas atividades do 13° Mutirão do Diabetes realizado em Itabuna neste final de semana pela Associação dos Diabéticos de Itabuna e Hospital de Olhos Beira Rio.

O trabalho realizado pela equipe foi elogiado pelos pacientes que além de caracterizarem a participação do DayHORC como eficiente,também pontuou a solidariedade e a humanização do serviço.  “Fui muito bem atendida e foi tudo muito rápido, pela quantidade de pessoas pensei que iria ficar mais tempo na fila. O atendimento foi rápido e muito bom. Agradeço a toda equipe médica e os realizadores do evento pela oportunidade de proporcionar à população mais carente esses serviços,  tudo realizado com muito profissionalismo e respeito às pessoas”, narrou bastante satisfeita a Dona de Casa Maria Antônia Silveira.

A gestora do DayHORC de Itabuna, Rosemeire Correia atribui o sucesso do evento a magnitude da causa. “Nós viemos para somar. O DayHORC se uniu ao Hospital de Olhos Beira Rio na  conscientização e prevenção  ao combate a uma das  maiores campanhas que é  o Dia Mundial do Diabetes. A doença segundo dados do Ministério da Saúde é que a mais cresce no Brasil. Por isso venho parabenizar ao 13° Mutirão, aos profissionais envolvidos, voluntariado  e principalmente ao idealizador, Dr. Rafael Andrade”.

  • Criado em .

Com três serviços montados no 13º Mutirão do Diabetes, a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna realizou em torno de 1000 atendimentos à população que compareceu à Praça Rio Cachoeira no último sábado (25). No Circuito do maior Mutirão de Diabetes do mundo, a maior Santa Casa do interior do Norte e Nordeste ofertou atendimentos em Saúde da Mulher, Cardiologia e na Unidade de Emergência. O evento foi realizado pelo Hospital de Olhos Beira Rio, ONG Unidos pelo Diabetes e Asssociação dos Diabéticos de Itabuna (ASDITA).

Durante o evento, a equipe de emergência realizou 47 atendimentos, todos eles de baixa complexidade, tendo havido somente uma transferência para Unidade Hospitalar. No stand central da Feira de Saúde, cerca de 30 voluntários dos Hospitais Calixto Midlej, São Lucas, Manoel Novaes, entre médicos, enfermeiros e equipe de apoio, garantiram um atendimento humanizado e com foco no público feminino. Ali foram garantidos testes de glicemia, aferição de pressão arterial, consulta com obstetra e orientação com ginecologista. As grávidas em especial, encaminhadas para atendimento em um anexo no LAP, contaram com a pré-consulta com acompanhamento dos batimentos cardíacos do feto e consulta médica com exame de ultrassonografia.

O momento foi especial e emocionante para as mamães, a exemplo da gestante Maria Soraia Cândida moradora do bairro Santa Inês que foi para a consulta acompanhada da filha mais velha, a pequena Amanda Cândida de 5 anos, que pela primeira vez pôde ouvir os batimentos cardíacos do seu irmãozinho. “Estou agradecida e emocionada, pois além de receber as orientações médicas necessárias para uma gestação tranquila, realizei a ultrassonografia e fui bem atendida por toda a equipe. Também me emocionei muito ao ouvir, ao lado da minha filha, os batimentos do coraçãozinho do meu segundo filho”, declarou Maria Soraia.

 

Atendimento cardiológico

Já no interior do Hospital de Olhos Beira Rio, onde eram atendidos somente pacientes com diabetes, os serviços prosseguiram na Unidade Coronariana do Mutirão do Diabetes. Médicos e enfermeiros da Santa Casa e outros cardiologistas de Itabuna realizaram cerca de 400 atendimentos, além do trabalho de orientação médica.

Para o provedor da Santa Casa de Itabuna, o médico Eric Júnior, abraçar a causa contra o Diabetes fortaleceu o trabalho social desenvolvido pela instituição. “Ajudar o próximo e de forma tão eficiente e humanizada é sempre a nossa intenção, então a Santa Casa não poderia ficar de fora de um evento como este. Aproveito a oportunidade para agradecer ao Dr. Rafael Andrade pelo convite e por nos proporcionar a oportunidade de ampliar os nossos serviços à comunidade. O evento, foi sem sombra de dúvidas mais um marco para a saúde da nossa região”, concluiu.

 

Homenagem

Na solenidade de abertura do evento, o provedor da Santa Casa, Dr. Eric Júnior prestou uma homenagem ao idealizador do Mutirão, Dr. Rafael Andrade. A ele foi entregue a escultura Cidadão Grapiúna Contra o Diabetes produzida exclusivamente para o evento pelo artesão e artista plástico regional, Souza.

 

Legenda: Diversos serviços foram oferecidos, entre eles os de saúde da mulher

  • Criado em .

Ao participar do Mutirão do Diabetes que aconteceu neste sábado (25), a Secretaria de Assistência Social realizou cerca de 200 atendimentos voltados ao recadastramento de idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), mantido pelo Governo Federal. Destacando que o Mutirão mostrou a união de todos em torno da prevenção ao Diabetes, a Secretária Sandra Neilma elogiou os funcionários da SAS que participaram da ação e agregaram valores com a sua contribuição.

Presente no Mutirão, a equipe da SAS realizou abordagens e convidou idosos para o recadastramento. A secretária afirmou que, mesmo após ter ampliado o atendimento que é realizado diariamente no Centro Administrativo Firmino Alves, foi preciso realizar essa mobilização para atender toda a demanda que ainda precisa de atualização nos cadastros.

Ela informa ainda que no próximo sábado (02) será realizado outro grande Mutirão, desta vez com foco no recadastramento dos idosos que recebem o BPC, de modo a cumprir o prazo determinado pelo Ministério Desenvolvimento Social, para que todo idoso seja incluído no CadÚnico até o dia 15 de dezembro. Na oportunidade, também serão disponibilizados serviços da Secretaria de Saúde com uma equipe múltipla para atender a todos que comparecerem.

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: