Municípios

Vila Gastronômica avança e Prefeitura quer anexar 9 km da Jorge Amado à área urbana

Vila Gastronômica avança e Prefeitura quer anexar 9 km da Jorge Amado à área urbana
Vila Gastronômica avança e Prefeitura quer anexar 9 km da Jorge Amado à área urbana

A extensão pretendida já se encontra totalmente integrada à zona urbana de Ilhéus, com edificações consolidadas, com destaque para programas habitacionais.

O diretor de Projeto, Acompanhamento e Fiscalização da Secretaria estadual de Turismo, Cláudio Taboada, visitou ontem (17) a região do Banco da Vitória, onde será implantada a Vila Gastronômica de Ilhéus. A visita é resultado de um encontro mantido esta semana, em Salvador, entre o prefeito Mário Alexandre e o diretor da Setur, Rondon do Vale.

No encontro, Mário pediu mais agilidade na execução do projeto que visa criar um novo equipamento turístico no município, tornando o bairro um ponto econômico importante na valorização de bares e restaurantes, entre os principais municípios da região, Ilhéus e Itabuna, e próximo, também, à Universidade Estadual de Santa Cruz.

“A proposta, ao longo os anos, é termos opções gastronômicas no bairro ilheense, a exemplo do que acontece em Santa Felicidade, em Curitiba”, destacou o prefeito. Cerca de 800 mil reais estão previstos para ser investidos na urbanização da área, na comunicação visual, em áreas de estacionamento, iluminação e drenagem. 

Duplicação

Ainda sobre a BR 415 – onde está sendo projetada a Vila Gastronômica – o prefeito esteve na Secretaria Estadual de Infraestrutura para debater sobre os processos burocráticos para a liberação da duplicação da rodovia. Foi recebido pelo secretário Marcos Cavalcanti. O projeto está licitado, com contrato assinado e pronto para começar. Aguarda apenas um parecer do Tribunal de Contas da União.

De acordo com o governador Rui Costa, o DNIT estimou o custo da obra em 109 milhões. Na avaliação do TCU, a obra deveria ser executada por 107 milhões. No entanto, o governo da Bahia licitou o empreendimento por 105 milhões. Ou seja: 4 milhões a menos que o estimado pelo DNIT e 2 milhões a menos que o determinado pelo TCU. Técnicos do governo do estado e a Prefeitura estão acompanhando diariamente o processo de liberação, para dar início à obra. 

Concessão

Durante o encontro, o prefeito de Ilhéus oficializou o pedido para que o governo da Bahia faça a concessão de nove quilômetros de rodovia, até o limite do bairro Banco da Vitória, para a responsabilidade do município. Vice-prefeito e secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal explica que a extensão já se encontra totalmente integrada à zona urbana de Ilhéus, com edificações consolidadas, destacando, dentre elas, programas habitacionais do Minha Casa, Minha Vida e o Hospital Regional Costa do Cacau, previsto para ser inaugurado em setembro.

Junto ao pedido, o prefeito Mário Alexandre solicitou ao governo da Bahia a execução de um moderno projeto de iluminação pública para o trecho, melhorando as condições de trafegabilidade das pessoas que já circulam pela área. “O governo ficou de estudar a execução desta nova intervenção”, destaca o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, Hermano Fahning. “As portas do governo estão abertas e temos trabalhado no sentido de atrair investimentos e dar melhores condições de vida à população de Ilhéus”, garante Mário Alexandre.

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: