Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Entretenimento

Ilhéus tem se mostrado cada vez mais um município com vocação ao empreendedorismo, com resultados extremamente positivos

 

A Prefeitura de Ilhéus e o Sebrae estão firmando um acordo para ações conjuntas de implementação das políticas de consolidação do município na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (MPE). A decisão foi tomada na quarta-feira (21) durante uma reunião que contou com as presenças do prefeito Mário Alexandre e da gerente regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo. A meta é enquadrar Ilhéus na parceria de Municípios Empreendedores do Brasil, tema que este ano será trabalhado pelo Sebrae no âmbito das políticas públicas de desenvolvimento econômico regional.

 

A gerente do Sebrae explica que a consolidação de Ilhéus à Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (MPE) é um dos pré-requisitos que permitem ao Sebrae promover uma atuação mais intensiva no município, com parcerias, e dando uma contribuição maior no desenvolvimento econômico local. Para tanto, quatro eixos de ações precisam ser construídos pela gestão municipal, com o aval da instituição nacional que apoia o empreendedorismo.

 

O primeiro passo é nomear os agentes de desenvolvimento e fortalecer a Sala do Empreendedor instalada no município. Os servidores que atuam neste segmento e os cargos de confiança da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio deverão passar um processo de capacitação para atender aos micro e pequenos empresários, facilitando a alavancagem dos negócios ou abertura de novos empreendimentos.

 


O prefeito Mário Alexandre está otimista quanto à adequação do município e às exigências para se tornar Município Empreendedor

 

Um outro passo que terá que ser dado pelo município é criar a “Rede Simples”, com foco em ações que desburocratizem, que criem facilidades na rede implantada e que os processos tenham os seus trâmites agilizados. Claudiana também explicou ao prefeito Mário Alexandre que, para fazer com que a economia local seja dinamizada é preciso criar processos, métodos, meios, contemplando nos editais a possibilidade de ter as microempresas locais presentes nas licitações. Neste caso, o Sebrae também dará capacitação para o staf da prefeitura e empresários.

 

Empreendedorismo nas escolas

A educação empreendedora é o quarto eixo exigido para a inclusão e consolidação de Ilhéus na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (MPE). O município terá que estabelecer meios para que haja o ensino do empreendedorismo das escolas públicas municipais, através da metodologia do Sebrae.

 

Para o prefeito Mário Alexandre, Ilhéus tem se mostrado cada vez mais um município com vocação ao empreendedorismo, com resultados extremamente positivos. Ilhéus tem 6.509 trabalhadores formalizados como MEI e foi o que teve o menor percentual de Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJs) de Microempreendedores Individuais (MEIs) cancelados este ano, considerando o levantamento da Receita Federal em todo o sul da Bahia.

 

O secretário municipal de Industria e Comércio, Paulo Sérgio Santos, que também participou do encontro, destaca que a atual gestão tem realizado mutirões voltados para os microempreendedores em bairros periféricos, transformou o Balcão do Empreendedor em Sala do Empreendedorismo, com mais serviços e mais conforto, e tem participado das principais campanhas promocionais do comércio. O encontro também contou com a participação do Secretário de Fazenda, Adriano Sales, e do diretor de Fomento da Sedic, Júlio Melo.

 

  • Criado em .

“...De dentro das frestas da selva de concreto e aço, brotam novas raízes, de uma espécie soteropolitana ainda não estudada”. É com esse pensamento do rapper carioca BNegron, que a banda Baiana System (foto), comandada pelo vocalista Russo Passapusso, se apresentará na Concha Acústica de Ilhéus. O evento, que acontece no dia 21 de abril, às 21 horas, terá outras convidadas especialíssimas: O Quadro e Bad Maria. O Baiana System é uma das principais revelações do cenário musical brasileiro nos últimos tempos, pois, traz uma mistura de África, Brasil e Caribe, com ritmos extraídos do Ijexá, Afoxé, Dancehall, Pagodão, Sambareggae, Cumbia, Chula, Dub, Cabula, Kuduro, Samba Duro, Cantiga de Roda e Eletrônica.

 

 

“A sonoridade dos artistas é diversa, mas as discussões sobre liberdade de gênero e luta pela igualdade social e racial estão muito presentes no trabalho destas três bandas”, comentam os organizadores. Para eles, todas as três bandas lidam bem com as ferramentas digitais, que transformaram a relação com o público e também a maneira de produzir e ouvir música na última década. “O conceito moderno de música em movimento, envolve novas possibilidades sonoras para a guitarra baiana, instrumento criado em Salvador, nos idos de 1940 e que foi responsável pela criação do trio elétrico”, explicam.

 

Protagonismo da guitarra

O nome vem da junção de “guitarra Baiana” com “sound system”, que são sistemas de som criados e popularizados na Jamaica. A ideia inicial era a utilização de bases novas e/ou conhecidas onde a guitarra pudesse assumir o papel de “canto” nesse sistema, dividindo e dialogando com a voz. A banda se apresenta pela primeira vez em Ilhéus e promete apresentar seu repertório com músicas já conhecidas pelo público, com a mistura do seu último disco intitulado, Duas Cidades, que conta com a faixa “Playsom”, que faz parte da trilha sonora do game Fifa 2016, da Eletronic Arts.

  • Criado em .

O Instituto Macuco Jequitibá está com inscrições abertas, até o dia 30 deste mês, para oficinas e atividades do Projeto de Ações Continuadas. O projeto é vencedor do edital de Ações Continuadas da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA), e deve contemplar cerca de três mil pessoas de todas as faixas etárias, até 2020, com oficinas de formação, criação e difusão de inúmeros espetáculos e manifestações artísticas.

 


As atividades serão realizadas na Casa de Cultura Jonas e Pilar, centro da cidade

 

Todos os eventos são gratuitos e ocorrerão na Casa de Cultura Jonas e Pilar.Escolas, instituições e demais interessados em participar dos eventos podem agendar através do e-mail <Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. >. Serão realizadas as oficinas “Teatro Infanto-Juvenil” (5 de abril ), “A mulher na capoeira” (7 abril) e de Contação de Histórias (6 de abril), além de uma atividade de cineclube, todas as sextas-feiras, às 18 horas, a partir do dia 6 de abril.

 

  • Criado em .

Além da exposição, os organizadores oferecem oficinas de xilogravura ministradas pelo artista plástico Zimaldo Baptista Melo, cujas inscrições podem ser feitas na sede da Secretaria da Cultura de Ilhéus

 

As obras de Hansen Bahia, inspiradas no épico poema de Castro Alves ‘O navio negreiro’, estarão abertas à visitação pública, no Teatro Municipal de Ilhéus, de 23 deste mês a 1º maio. A exposição itinerante iniciada em Salvador, já passou por oito municípios baianos é uma realização do Centro de Memória da Bahia, unidade vinculada à Fundação Pedro Calmon/secretaria estadual da Cultura, e apoio da Secretaria da Cultura de Ilhéus. Durante o período, serão realizadas oficinas de xilogravura ministradas pelo artista plástico Zimaldo Baptista Melo, dias 26 e 27 deste mês. As inscrições podem ser realizadas na sede da Secretaria da Cultura de Ilhéus, das 12 às 14 horas.

 


Obra do artista registrou o sofrimento dos africanos transportados nos navios negreiros

 

O diretor do Centro de Memória da Bahia, Rafael Fontes, enfatiza que o trabalho do Hansen, lembrando que a história precisa ser pensada e discutida nos dias de hoje. “Por isso, a exposição itinerante levará para diversos municípios do estado, oficinas, debates e discussões sobre o que foi a escravidão”.Por sua vez, o curador da exposição, Ayrson Heráclito, disse que as obras de Hansen Bahia são única, “porque ninguém nunca ilustrou um poema inteiro”. Inspiradas pelo poema, ‘O navio negreiro’, de Castro Alves, Hansen Bahia descreve em imagens a violência contra os africanos subjugados como escravos trazidos nos porões dos navios.

 

Sobre o autor

Hansen Bahia nasceu na Alemanha e naturalizou-se baiano. Ilustrador, escultor, pintor, escritor e professor são algumas das atividades que o artista exerceu durante a vida. Através de testamento, ele doou o acervo para o município de Cachoeira, local onde foi criada a Fundação Hansen Bahia.

 

  • Criado em .

Ouvimos depoimento de um amigo há dias atrás que cantou loas a um empreendimento, aliás bem pertinho daqui, dentro da própria Bahia, em Arraial d´Ajuda, Porto Seguro. Não imaginava ele que houvesse um local tão aprazível e tão perto de nós.

 

Falou do Eco Parque na região de Porto Seguro, um local divino e se é que céu existe esse lugar fica logo na antessala e tem diversão para todas as idades, das mais simples, como as piscinas comuns e de ondas, vôlei, como as mais radicais, que esse amigo não se arriscou a ir, como a tirolesa gigante, toboágua e bóia da família.

 

Não é tão caro assim como muita gente pode pensar, mas esse amigo, Tio Patinhas dos mais resistentes, estava com sete pessoas no grupo (cinco adultos e duas crianças) e não gastou mais que R$50 por pessoa, inclusive almoçando (e bem) por lá, além de consumirem guloseimas como picolés, sorvetes, pizzas e pastéis.

 

Se o interessado fizer uma poupança de R$100 por mês pode ir tranquilamente todos os anos ao Eco Parque, incluídas as despesas com transporte e hotelaria, passando um dia maravilhoso por lá.

 

Este nosso amigo, com um grupo de três adultos, viajando em carro próprio, gastou, em três dias (apenas um dia no Eco Parque, os outros em hotel do Porto) menos de R$400 por pessoa. Quantia, que há se convir, é perfeitamente modesta para quem gosta de se divertir, está empregado ou ganha razoavelmente.

 

Disse-nos ele que por lá encontrou excursões de itabunenses e muitos amigos cá da terrinha que por lá estavam curtindo as delícias da antessala do céu ao lado das famílias.

 

Motivou este editorial o simples fato de que não precisamos viajar muito para gozar as delícias que a nossa Bahia pode oferecer, algumas bem mais perto do Eco Parque e também mais distante.

 

Uma outra amiga contou maravilhas da Chapada Diamantina (também não tão distante), onde misturou a atividade cultural com as maravilhosas aventuras e paisagens do local.

 

Tudo isso, sem contar os inúmeros pesque-pague bem pertinho da gente, as grutas de Pau Brasil e de Mascote, e se quiser ir mais longe tem também o norte, nordeste e oeste da nossa querida Bahia.

 

Falamos, falamos, falamos e não podemos esquecer das mais belas praias do Brasil, aqui bem pertinho, em Ilhéus, onde você vai num pé e volta em outro.

 

  • Criado em .

O cantor forrozeiro, Mano Walter, autor de sucessos populares como Não deixo não, O que houve, Balada de Vaqueiro e Zero Boi, promete agitar o espaço Espora de Ouro, nesta sexta feira (16), onde se apresenta durante o evento Misturaí. Este será o primeiro show do cantor no Sul da Bahia.

 


 Show do cantor é bastante aguardado na região

  • Criado em .

 

O Armazém do Vinil, da atriz e produtora cultural Gal Macuco em Buerarema, abre espaço para apresentação do livro Entre Contos e Poemas, de José Neto Kruschewsky, neste sábado (17), às 19 horas. O lançamento faz parte do projeto Caminhos Itinerantes, numa conexão entre Brasil e Portugal.Gal divide a produção com a atriz, produtora e presidente da AssociaçãoCultural Amigos do Teatro (Acate), Eva Lima.

 


Obra de José Neto Kruschewsky

 

  • Criado em .

 

Considerado um dos mais talentosos instrumentistas da sua geração, Ricardo Matos já está inscrevendo interessados para a nova turma d o seu tradicional curso de bateria. Com aulas práticas e teóricas, o curso divide-se em três níveis: iniciante, intermediário e avançado. Discípulo do mestre Sabará, o professor diz que a bateria é um instrumento fascinante e acessível a qualquer pessoa. Informações pelo contato (73) 99105-7620.

 


 Ricardo Matos garante que a bateria é acessível a qualquer pessoa

 

 

  • Criado em .

Jornal Agora

Rua Juca Leão, 65, Centro, Itabuna - BA
Telefones: (73) 3613-5504
Fundado em 28 de julho de 1981 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

© Copyright 2009 / 2017 Jornal Agora   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: